Professores no lugar dos estudantes.

A gente já sabe como é importante misturar pessoas e saberes. A diversidade de ideias pode ser uma ferramenta bastante poderosa para resolução de problemas e consequentemente para o desenvolvimento do pensamento criativo e da habilidade de trabalhar colaborativamente.

Foi pensando nisso que buscamos fazer contato com as escolas públicas. Das temporadas do ProfLab sempre participaram professores das rede municipal da Região Metropolitana do Recife e da rede estadual de Pernambuco. Foi numa dessas temporadas que iniciamos os contatos com a Escola de Referência em Ensino Médio Joaquim Távora, no Recife. Nosso desejo era levar o ProfLab para dentro de uma escola pública a fim de conhecer os desafios que uma mobilização como essa nos traria.

Iniciamos os contatos com a equipe gestora da escola que prontamente topou receber a formação em suas dependências. Partimos para o planejamento e desenho daquela que seria uma das mais exitosas formações do nosso programa. Vale aqui destacar o papel fundamental da comunicação entre a coordenação da escola e a coordenação do ProfLab que trabalhou intensamente para articular todos os processos a distância mesmo, usando todos os benefícios que os celulares e aplicativos podem nos oferecer nesses momentos.

Professores da EREM Joaquim Távora trabalham na produção de conteúdo digital em diferentes dispositivos. Foto: Karla Vidal

No dia 8 de outubro fomos recebidos carinhosamente pela direção, coordenação e pelos professores cursistas na porta da escola. Em poucos instantes ajustamos a sala com os equipamentos e materiais disponíveis e iniciamos a formação Produção Criativa com TICs guiada pelo nosso educador Felipe Brito. Na formação os professores são estimulados a refletir sobre criatividade a partir do uso de aplicativos e linguagens diferenciadas como memes e outros elementos da cultura pop.

Dezoito professores de diferentes disciplinas participaram da experiência produzindo conteúdo ao longo das quase 4h de aprendizagem na tarde posterior às eleições, a exemplo do quadrinho da dupla de professores Hertz Mariano e Vinícius Melo que nos leva a refletir sobre muitas questões relacionadas à escola, inclusive sobre os mitos da criatividade na educação, tema abordado por Felipe Brito durante formação (veja o vídeo sobre esse tema).

 

 

Diferente do que diz o senso comum a escola pública não é um lugar que deva ser evitado. Muito pelo contrário! Encontramos na EREM Joaquim Távora um ambiente acolhedor com profissionais dispostos a dialogar e colaborar. Problemas existem em qualquer cenário. Os que encontramos para desenvolver o ProfLab na escola pública não foram muito diferentes dos que encontramos em outros espaços e na rede privada. O que precisamos entender é que o nosso foco sempre precisa estar na solução. Trabalhando juntos, ProfLab e EREM, encontramos solução para todos os problemas que surgiram.

A direção da escola já deu carta branca para que possamos envolver os professores em nossos projetos. A parceria seguirá firme em 2019 quando pretendemos levar todas as nossas ações para dentro da escola pública.

A seguir algumas fotos da experiência:

ProfLab na EREM Joaquim Távora - Produção Criativa com TICs

 

Categorias: Blog

Karla Vidal

Karla Vidal é sócia da Pipa Comunicação onde atua há mais de 12 anos em projetos inovadores que unem comunicação, design e educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *