Quem aqui se considera criativo?

Prof-Lab 2016.1 - Design Thinking para Educadores

Usando apenas papel os cursistas foram desafiados a elaborar uma experiência criativa de aprendizagem. Foto: Karla Vidal

Foi com essa pergunta que o formador Alessandro Lima iniciou as atividades da formação Design Thinking para educadores, integrante do programa Prof-Lab de formações criativas para professores que aconteceu na manhã do último sábado, 30 de abril de 2016, na Unidade Aflitos da ABA Global Education, no Recife.

Provocados, os 20 professores presentes iniciaram um intenso debate sobre criatividade e educação. E foi esse debate que introduziu o início da abordagem do formador sobre Design Thinking aplicado à educação.

De forma leve e descontraída Alessandro mostrou aos professores que designers pensam de forma diferente. Esse Pensamento de Design pode ser desenvolvido por todos, principalmente professores que podem aplicá-lo diretamente em suas práticas pedagógicas. “Designers pensam de forma cíclica e não retilínea. Dado um problema, o designer inicia um processo de pensamento em blocos. Cada bloco de pensamento propõe uma solução diferente. Depois de uma solução o designer pensa novamente e propõe outra e assim sucessivamente. É o conjunto dessas múltiplas soluções que gera uma solução final adequada à resolução de um problema”, afirma Alessandro. Assista ao trecho em vídeo a seguir.

Após discutir o Pensamento de Design os cursistas iniciaram as atividades que os permitiram pôr em prática o conjunto de métodos e processos que envolvem o Design Thinking. Em uma das atividades os professores aprendizes foram convidados a propor uma experiência de aprendizagem diferente em sala de aula. Para isso eles deveriam utilizar a área de uma folha de papel no formato A4 e mais folhas de papel, seja ele recortado, amassado, dobrado ou colado para representar a atividade e explicá-la para a turma. Em um dos momentos mais criativos e divertidos da formação os cursistas desenvolveram seu potencial criativo apresentando propostas como, por exemplo, uma máquina de identificação das potencialidades dos alunos.

Durante a formação os professores aprendizes descobriram que o Design hoje não está centrado apenas em produtos, e sim nas experiências acima de tudo. Também participaram de uma série de atividades práticas percorrendo todas as fases do processo de Design Thinking: descoberta, interpretação, ideação, experimentação e evolução.

O programa Prof-Lab oferece ainda mais duas formações criativas para o mês de maio: Jogos e Educação e Produção Criativa com Tics. A primeira agendada para o dia 21 e a segunda para o dia 28 de maio. As inscrições seguem abertas, mas é importante destacar que as turmas já alcançaram mais da metade da lotação. Cada formação irá receber até 24 cursistas que devem efetuar a inscrição no link: https://www.souproflab.com.br/proflab/

Galeria de Imagens

Design Thinking para educadores - Prof-Lab 30/04/2016

 


Karla Vidal

Karla Vidal é sócia da Pipa Comunicação onde atua há mais de 12 anos em projetos inovadores que unem comunicação, design e educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *